Planos de crescimento do HNSD exigem comprometimento dos municípios do Ciscel para atender os avanços na alta complexidade - Itabira Online
sexta-feira, fevereiro 23

Planos de crescimento do HNSD exigem comprometimento dos municípios do Ciscel para atender os avanços na alta complexidade

Pinterest LinkedIn Tumblr +

O diretor executivo do HNSD, Alexandre Coelho e o provedor, Márcio Labruna, participaram de uma reunião com prefeitos, secretários de saúde e representantes das cidades que fazem parte do Consórcio Intermunicipal de Saúde do Centro Leste (Ciscel). O diretor do HNSD apresentou o plano de crescimento do hospital para 2030.

Alexandre Coelho reforçou a importância do HNSD no cenário regional. “O hospital é referência macroregional em serviços de alta complexidade em oncologia e serviço de terapia renal substitutiva (hemodiálise) a uma população estimada em 500 mil habitantes, ou seja, os serviços de média e alta complexidade realizados impactam diretamente as cidades”, ressaltou.

Atualmente, o Hospital realiza atendimento de média e alta complexidade que inclui desde assistência ambulatorial, Pronto Atendimento, hemodiálise, Unidade de Terapia Intensiva (UTI) e oncologia com tratamento de quimioterapia e em 2024, radioterapia. É referência sendo único hospital privado, filantrópico que atende a 60% de clientes SUS e 40% de saúde suplementar.

Além disso, é responsável pela gestão administrativa do Pronto-Socorro Municipal e do SAMU por meio do convênio com a Prefeitura de Itabira. Diante dos serviços já mencionados há a necessidade crescente e constante de adequação à demanda. Segundo o diretor, a hemodiálise que é um serviço que as prefeituras da região utilizam há alguns anos, passou por uma expansão há 2 anos após ter ampliado o espaço físico e adquirido mais máquinas de diálise e já opera em sua capacidade máxima.

Em 2023 o hospital primarizou  o serviço de hemodinâmica, este ano já realizou procedimentos de pacientes da Ciscel, como cateterismo e angioplastia. O atendimento a pacientes cardiovasculares vem crescendo ao ponto de o HNSD já planejar uma UTI de 10 leitos para clientes com esse tipo de diagnóstico.

Na oncologia, apesar de ser um serviço que passou a ser ofertado recentemente, em 2017, teve um crescimento exponencial, saltando de 747 consultas realizadas em seu primeiro ano, para 5.853 em 2023. Foram 6.607 sessões de quimioterapia e 537 cirurgias oncológicas no ano passado. 

A Radioterapia, serviço destinado ao tratamento de pacientes com câncer, vai passar a ser feito pelo HNSD agora,  em 2024, já foi executado 65% da obra que tem previsão de conclusão em maio.

O diretor explicou que, com o aumento da demanda de pacientes oncológicos, será necessária  a criação de uma casa de apoio para abrigar as pessoas que vierem de outros municípios. O provedor do HNSD reforçou que “o plano de crescimento do hospital tem foco na auto-suficiência e na prestação de serviços para quem mais precisa. Todo trabalho executado na unidade é para atender cada vez melhor a necessidade da população das cidades da microrregião, sendo assim, é fundamental que os municípios apoiem o HNSD”, enfatizou. 

Márcio Labuna pediu aos prefeitos que se comprometam em ajudar buscando recursos de emendas parlamentares para que o HNSD possa crescer de maneira sustentável continuando a atender as demandas das cidades que fazem parte do Ciscel.

A alta complexidade incentiva o turismo de saúde, faz com que a região seja mais atrativa e gere mais empregos e novos investimentos. Com isso, ganha a população, a cidade e todos que precisam dos serviços.

Share.

Comments are closed.

  • E-mail: itabiraonlinemg@gmail.com
    Redação Itabira-Online: (31) 98794-2394
© 2020 Itabiraonline - Todos os direitos reservados - Desenvolvido por Marcos Tulio