Operação Baco combate favorecimento da prostituição no Leste de Minas - Itabira Online
terça-feira, março 5

Operação Baco combate favorecimento da prostituição no Leste de Minas

Pinterest LinkedIn Tumblr +

Nesta terça-feira (06/02), a Policia Civil de Minas Gerais (PCMG), em ação conjunta com a Polícia Militar (PMMG), desencadeou a operação Baco, visando ao combate a crimes de favorecimento da prostituição e posse ilegal de arma de fogo, no município de José Raydan, Leste do estado. Uma mulher, de 37 anos, foi presa.

De acordo com as investigações realizadas pela Delegacia de Polícia Civil em Santa Maria do Suaçuí, o local funcionava como bar, porém, nos cômodos inferiores, havia quartos destinados à prostituição e uso de drogas ilícitas. O local foi alvo de várias denúncias de perturbação do sossego, prostituição e consumo de entorpecentes.

Diante disso, a PCMG representou ao Poder Judiciário pela expedição de mandado de busca e apreensão no local. Durante o cumprimento, foram arrecadados uma garrucha calibre 22 e 12 munições intactas, agenda com anotações de gerenciamento e cobrança de atividade sexual, além de celulares e quantias em dinheiro.

Em razão disso, uma mulher de 37 anos foi presa em flagrante pelos crimes de posse ilegal de arma de fogo e favorecimento da prostituição. As investigações continuam a fim de apurar a participação de outros envolvidos na prática criminosa.

Operação Baco

O nome da operação, coordenada pela pela delegada Ingrid Priotto, faz referência ao deus grego Baco, para o qual eram realizadas festas com consumo exacerbado de álcool, orgias, desordem e escândalos, que levaram o Senado Romano a proibi-las em 186 a.C, alegando que eram uma ameaça à ordem pública e moral.

Share.

Comments are closed.

  • E-mail: itabiraonlinemg@gmail.com
    Redação Itabira-Online: (31) 98794-2394
© 2020 Itabiraonline - Todos os direitos reservados - Desenvolvido por Marcos Tulio