Boletim Epidemiológico registra 1.552 casos confirmados de dengue em Itabira e três óbitos em investigação. Confira - Itabira Online
quarta-feira, junho 19

Boletim Epidemiológico registra 1.552 casos confirmados de dengue em Itabira e três óbitos em investigação. Confira

Pinterest LinkedIn Tumblr +

A Secretaria Municipal de Saúde, por meio do Controle de Endemias, divulgou nesta quarta-feira, 31 de janeiro, o Boletim Epidemiológico da Dengue com dados até dia 30 de janeiro.

Segundo os dados, Itabira registra 4.674 notificações; sendo 1.552 casos positivos para dengue, além de 3.122 casos em investigações e 03 óbitos em investigação. Ainda segundo o Boletim 28 pessoas estão internados em Itabira.

Denúncias

Unindo forças e contribuindo com a fiscalização, o Controle de Endemias de Itabira orienta para as denúncias em relação ao descarte de lixo em terrenos baldios ou demais situações que culminam em criadouros para o mosquito da dengue. Todas as situações relacionadas devem ser relatadas através do telefone 3839-2600 e 3839-2643.

SINTOMAS – A transmissão da dengue acontece durante a picada da fêmea do mosquito Aedes aegypti infectado com o vírus. Após a picada, os sintomas podem aparecer em até 15 dias. Normalmente, a primeira manifestação da dengue é febre alta (39°C a 40°C) que dura de dois a sete dias, acompanhada de dor de cabeça, fraqueza, dores no corpo, nas articulações e no fundo dos olhos. Podem ocorrer manchas que atingem a face, tronco, braços e pernas. Perda de apetite, náuseas e vômitos também podem ocorrer. Em casos de sintomas é importante procurar atendimento médico.

Dicas importantes!

1 – Mantenha bem tampados: caixas, tonéis e barris de água.

2 – Coloque o lixo em sacos plásticos e mantenha a lixeira sempre bem fechada.

3 – Não jogue lixo em terrenos baldios.

4 – Se guardar garrafas de vidro ou plástico, mantenha sempre a boca para baixo.

5 – Não deixe a água da chuva acumular sobre a laje.

6 – Encha os pratinhos ou vasos de planta com areia até a borda.

7 – Se guardar pneus velhos, retire toda a água e mantenha-os em locais cobertos, protegidos da chuva.

8 – Limpe as calhas com frequência, evitando que galhos e folhas possam impedir a passagem da água.

9 – Lave com frequência, com água e sabão, os recipientes usados para guardar água, pelo menos uma vez por semana.

10 – Os vasos de plantas aquáticas devem ser lavados com água e sabão, toda semana. É importante trocar a água desses vasos com frequência.

Share.

Comments are closed.

  • E-mail: itabiraonlinemg@gmail.com
    Redação Itabira-Online: (31) 98794-2394
© 2020 Itabiraonline - Todos os direitos reservados - Desenvolvido por Marcos Tulio