Governo de Minas amplia acesso a serviço de bloqueio de celular em caso de furto ou roubo - Itabira Online
terça-feira, março 5

Governo de Minas amplia acesso a serviço de bloqueio de celular em caso de furto ou roubo

Pinterest LinkedIn Tumblr +

Governo de Minas acaba de ampliar o acesso ao serviço de bloqueio de celulares roubados ou furtados do estado, conhecido como Cbloc. A partir desta sexta-feira (26/01), o pedido de bloqueio que garante a proteção de dados do telefone, como fotos, conversas ou senhas salvas, passa a ocorrer também pelo aplicativo de serviços MG APP. 

Até então, as solicitações de bloqueio podiam ser feitas apenas pelo site www.cbloc.seguranca.mg.gov.br.

A Central de Bloqueio de Celulares (Cbloc) pode ser auxílio, durante o período de Carnaval, para os foliões que tiverem o aparelho subtraído. 

Para além da proteção dos dados pessoais, a plataforma contribui, também, com a Segurança Pública. Isso porque, após o travamento de todo o sistema do aparelho, que gera um apagão, o celular tem menos valor de mercado no mundo do crime. A receptação deixa de ser incentivada. 

A iniciativa

A Cbloc é uma iniciativa da Secretaria de Estado de Justiça e Segurança Pública (Sejusp) e já bloqueou mais de 39 mil aparelhos em cinco anos.

O sistema tem como vantagem a possibilidade de reversão do bloqueio do celular caso o dono ou as forças de segurança encontrem o telefone.

“A grande capilaridade do aplicativo MG APP é  importante ferramenta de divulgação do serviço, que impossibilita que os celulares bloqueados sejam registrados com novos números, diminuindo, assim, a funcionalidade dos aparelhos”, destacou o assessor da Superintendência de Integração e Planejamento Operacional da Sejusp, Flávio Augusto. 

Ainda segundo ele, “realizar a expansão do serviço antes do Carnaval é estratégia importante para todos os foliões de Minas Gerais, que poderão contar com um serviço eficiente, e fácil de ser acessado”.

O subsecretário de Transformação Digital e Atendimento ao Cidadão da Secretaria de Estado de Planejamento e Gestão (Seplag), Rodrigo Diniz, destacou, ainda, que a “funcionalidade de bloqueio também já está disponível na versão web do aplicativo MG APP: www.cidadao.mg.gov.br, para facilitar ainda mais o acesso dos mineiros ao serviço”. A Seplag é parceira da Sejusp na expansão do acesso da plataforma Cbloc.

Como fazer o bloqueio 

Com poucos cliques, de forma rápida e segura, quem foi vítima do crime de furto ou roubo de celulares pode solicitar bloqueio do aparelho por meio da Cbloc. 

Para isso, precisa ter em mãos o registro da ocorrência, que deverá ser anexada ao processo no site da Cbloc (www.cbloc.seguranca.mg.gov.br) ou no MG APP. 

Também é preciso informar alguns dados pessoais e o número do celular roubado – o que é uma das vantagens da ferramenta já que, por meio dela, não é necessário informar o IMEI (código internacional de identificação do telefone), com muitos números, que geralmente a vítima não tem anotado e que não consegue mais obter pelo telefone, depois de o aparelho ter sido roubado ou furtado.

Vale ressaltar, ainda, que a Cbloc também busca inibir o furto e o roubo de celulares que ainda não foram vendidos para os consumidores. 

Lojistas e transportadoras poderão solicitar o bloqueio de uma carga completa subtraída, por exemplo, o que inibe o roubo em massa de aparelhos. 

Share.

Comments are closed.

  • E-mail: itabiraonlinemg@gmail.com
    Redação Itabira-Online: (31) 98794-2394
© 2020 Itabiraonline - Todos os direitos reservados - Desenvolvido por Marcos Tulio