Seis mil detentos farão Enem na próxima semana - Itabira Online
quinta-feira, fevereiro 29

Seis mil detentos farão Enem na próxima semana

Pinterest LinkedIn Tumblr +

Provas serão aplicadas em 187 unidades prisionais e Apacs; exame abre portas para o ensino superior e contribui com a ressocialização

Na próxima semana, nos dias 12 e 13/12, acontecerá o Exame Nacional do Ensino Médio para Pessoas Privadas de Liberdade, mais conhecido como Enem PPL, em todo o país. Em Minas Gerais, neste ano, 6.584 custodiados farão o exame, o que representa um aumento de 28% em relação a 2022. As provas serão aplicadas em 187 unidades prisionais e Apacs.

O Enem PPL avalia o desempenho daqueles que concluíram o ensino médio e abre portas para o ensino superior por meio de programas como Sisu, ProUni e Fies, além de contribuir para elevar a escolaridade da população prisional. Os presos que conseguirem uma nota média superior a 500 também têm direito a cem dias de remição de pena.

Pedro Silva*, 37 anos, custodiado do Presídio São Joaquim de Bicas II, se prepara para fazer o exame pela quarta vez. É que nos últimos anos, os resultados foram diferentes em cada avaliação, mas os benefícios foram grandes. 

Ele é um exemplo de quem ganhou cem dias de remição de pena pelo seu bom resultado no Enem, além de inspiração para o futuro – que está dividido entre os cursos de administração e engenharia elétrica. “Lá fora não tinha muita relação com os estudos, então estou sabendo das oportunidades agora. Quero dar um pouco de orgulho para mim mesmo, para a minha família. Ganhar uma bolsa de faculdade, quem sabe ir até para Harvard? Temos que ter expectativa, objetivo. Sem isso, não acontece nada”, ressalta Pedro.

O diretor de Atendimento e Humanização da unidade de Bicas II, Fernando Noleto, unidade onde Pedro estuda, faz questão de ressaltar a importância do Enem Prisional para melhores resultados em toda a custódia. “A educação perpassa por fatores como disciplina, segurança e ressocialização, principalmente. Uma vez que um preso é incluído nas atividades escolares, percebemos melhoras em seu comportamento. São inúmeros fatores que comprovam os benefícios da escola”, concluiu.

Enem PPL

O Enem para pessoas privadas de liberdade mantém o mesmo grau de dificuldade do Enem regular. Além das aulas que expõem os assuntos que serão abordados no exame, os presos têm acesso a apostilas e livros como auxílio.

A pedagoga da unidade de Bicas II, Flávia Souza, acompanha o exame no âmbito prisional há nove anos. Em 2023, junto a equipe pedagógica da unidade, prepara 47 presos para o Enem. Com tanta experiência, a profissional enxerga o Enem PPL como uma avaliação que estimula os custodiados de diversas formas. “O principal objetivo deles ao iniciar os estudos é a remição, mas quando eles se envolvem, eles criam conexões e despertam interesse nos estudos, o que é muito legal de acompanhar”.

A participação no Enem PPL 2023 é voluntária e gratuita. A inscrição e administração dos resultados é de responsabilidade da equipe pedagógica das unidades prisionais, que avalia o perfil educacional e disciplinar dos presos interessados em fazer a avaliação.

*Preso pediu para não ser identificado

Share.

Comments are closed.

  • E-mail: itabiraonlinemg@gmail.com
    Redação Itabira-Online: (31) 98794-2394
© 2020 Itabiraonline - Todos os direitos reservados - Desenvolvido por Marcos Tulio