Análises laboratoriais descartam riscos à saúde em água da Pureza - Itabira Online
quarta-feira, dezembro 6

Análises laboratoriais descartam riscos à saúde em água da Pureza

Pinterest LinkedIn Tumblr +

Os resultados foram liberados na noite deste domingo, após 24 horas de incubação.

Os resultados das análises microbiológicas realizadas pelo Serviço Autônomo de Água e Esgoto (Saae) de Itabira indicam a ausência dos microrganismos nas amostras coletadas nos pontos de rede, reservatórios e na Estação de Tratamento de Água (ETA) Pureza. Isso quer dizer que, embora tenha havido a contaminação, a água consumida pela população não oferece riscos à saúde.

Ainda que o resultado indique que não há presença de microrganismos na água, as investigações das causas da contaminação do manancial Pureza terão continuidade nos próximos dias. Bem como o monitoramento constante da qualidade da água.

Os resultados foram liberados na noite deste domingo (12/11), após 24 horas de incubação. As coletas foram realizadas por servidores do Laboratório Central do Saae em pontos estratégicos para o cumprimento do Plano de Amostragem exigido na Portaria GM/MS n. 888/21. O Laboratório Central do Saae de Itabira é acreditado junto à Coordenação Geral de Acreditação do Inmetro desde 2011 e possui autorização para realizar esse tipo de análise.

“O Saae possui um rigoroso controle de qualidade da água distribuída. Ao primeiro sinal de que havia um problema, iniciamos uma força tarefa para  investigar as causas e consequências da contaminação do manancial Pureza. Acionamos também os órgãos competentes e fizemos as análises conforme as determinações do Ministério da Saúde. O objetivo dessas análises é verificar e atender os padrões físico-químicos e biológicos estabelecidos como indicadores de potabilidade da água”, afirmou a presidente do Saae de Itabira, Karina Rocha Lobo.

Entenda

Assim que identificada a alteração na qualidade da água na Estação de Tratamento de Água (ETA) Pureza, entre a noite de sexta-feira (10) e a manhã de sábado (11), em função de descarte irregular na rede pluvial na região do distrito industrial do município, medidas foram tomadas para controlar a situação. A ETA Pureza é responsável por abastecer cerca de 60% dos bairros itabiranos.

De imediato, foi suspensa a captação na estação, interrompida a distribuição de água. A seguir, foi iniciada uma inspeção técnica das redes e coleta da água em diversos locais. Além disso, foram realizadas descargas monitoradas para liberar água para a superfície. Para isso, a autarquia abriu registros em pontos específicos da rede de distribuição de água.

O Saae providenciou ainda a limpeza dos reservatórios da ETA até que a água chegasse aos parâmetros estabelecidos pela legislação que estabelece as diretrizes para o saneamento básico, o que aconteceu na noite de ontem (11). Cerca de 15 servidores foram envolvidos nesta força tarefa.

Investigação

Na tarde deste domingo (12) servidores do Saae, fiscais da Secretaria de Meio Ambiente e da Polícia Militar de Meio Ambiente estiveram em campo investigando as causas da contaminação do manancial Pureza. As investigações serão rigorosas, como afirma o sargento Adão, da Polícia Militar de Meio Ambiente.

“Estivemos em cerca de 10 empresas, fizemos captações em alguns pontos específicos e amanhã a gente vai continuar os levantamentos necessários para tentar chegar ao culpado, identificar se foi um acidente ou crime ambiental, para que quem tenha causado esse complicador para o abastecimento público seja levado à justiça, autuado, multado e responsabilizado por essa situação tão grave”, afirmou o sargento Adão.

A Vigilância Sanitária do município e o Núcleo de Emergência Ambiental (NEA), órgão do Governo Estadual, também foram informados da situação. O Saae mantém o compromisso e missão de disponibilizar um serviço de saneamento básico de qualidade para o município.

Share.

Comments are closed.

  • E-mail: itabiraonlinemg@gmail.com
    Redação Itabira-Online: (31) 98794-2394
© 2020 Itabiraonline - Todos os direitos reservados - Desenvolvido por Marcos Tulio

Use os botões das redes sociais para compartilhar esta matéria. Visite mais em www.itabiraonline.com.br