Após meses da tragédia, 32 barragens da Vale estão interditadas, 3 em Itabira - Itabira Online
domingo, junho 16

Após meses da tragédia, 32 barragens da Vale estão interditadas, 3 em Itabira

Pinterest LinkedIn Tumblr +

Passados quase três meses da tragédia de Brumadinho (MG), 32 barragens da mineradora Vale sediadas em Minas Gerais estão com as atividades interditadas. A suspensão das operações destas estruturas tem ocorrido tanto por decisão da Justiça, como também da Agência Nacional de Mineração (ANM), da Secretaria de Meio Ambiente e Desenvolvimento Sustentável de Minas Gerais (Semad) ou da própria mineradora.

A pedido da Agência Brasil, a Vale listou 30 estruturas que estão interditadas. Dessas, três estão na Mina Córrego do Feijão, onde também fica a barragem que se rompeu no dia 25 de janeiro. Além de Brumadinho, as estruturas com operações suspensas se situam nas cidades mineiras de Nova Lima, Ouro Preto, Itabirito, Itabira, Barão de Cocais, Rio Piracicaba e Mariana.

Confira a lista de todas as barragens interditadas:

  • BRUMADINHO
  • 1) Barragem VI, da Mina Córrego do Feijão
  • 2) Barragem Menezes I, da Mina Córrego do Feijão
  • 3) Barragem Menezes II, da Mina Córrego do Feijão
  • NOVA LIMA
  • 4) Barragem Vargem Grande, do Complexo de Vargem Grande (em descomissionamento)
  • 5) Dique III, do Complexo de Vargem Grande
  • 6) Barragem Captação Trovões, do Complexo de Vargem Grande
  • 7) Dique Taquaras, da Mina de Mar Azul
  • 8) Barragem B3/B4, da Mina de Mar Azul (em descomissionamento)
  • 9) Dique B, da Mina de Capitão do Mato
  • 10) Barragem Capitão do Mato, da Mina de Capitão do Mato
  • 11) Dique Auxiliar da Barragem 5, da Mina de Águas Claras
  • 12) Barragem 8B, da Mina de Águas Claras (em descomissionamento)
  • 13) Barragem Fernandinho, da Mina Águas Claras (em descomissionamento)
  • OURO PRETO
  • 14) Barragem Forquilha I, do Complexo de Fábrica (em descomissionamento)
  • 15) Barragem Forquilha II, do Complexo de Fábrica (em descomissionamento)
  • 16) Barragem Forquilha III, do Complexo de Fábrica (em descomissionamento)
  • 17) Barragem Forquilha IV, do Complexo de Fábrica
  • 18) Barragem Grupo, do Complexo de Fábrica (em descomissionamento)
  • 19) Barragem Marés II, do Complexo de Fábrica
  • 20) Barragem Doutor, da Mina de Timbopeba
  • 21) Barragem Natividade, da Mina de Timbopeba
  • 22) Barragem Timbopeba, da Mina de Timbopeba
  • ITABIRITO
  • 23) Barragem Maravilhas I, da Mina do Pico
  • 24) Barragem Maravilhas II, da Mina do Pico
  • ITABIRA
  • 25) Dique Cordão Nova Vista, da Mina de Cauê
  • 26) Dique Minervino, da Mina de Cauê
  • 27) Dique 02, do sistema de barragens de Pontal
  • BARÃO DE COCAIS
  • 28) Barragem Sul Superior, da Mina de Gongo Soco (em descomissionamento)
  • RIO PIRACICABA
  • 29) Barragem Diogo, da Mina Água Limpa
  • MARIANA
  • 30) Barragem Campo Grande, da Mina de Alegria
  • SABARÁ
  • 31) Barragem Galego, da Mina Córrego do Meio
  • 32) Dique da Pilha 1, da Mina Córrego do Meio

Outras duas barragens localizadas em Sabará (MG) – Galego e Dique da Pilha 1 – não apareceram na relação da Vale, mas são alvo de uma decisão do Tribunal de Justiça de Minas Gerais (TJMG) publicada no dia 9 de abril. Foi determinada, entre outras medidas, a interrupção imediata de qualquer atividade que importe elevação e incremento de risco de rompimento nessas estruturas de contenção de rejeitos.

Share.

Leave A Reply

  • E-mail: itabiraonlinemg@gmail.com
    Redação Itabira-Online: (31) 98794-2394
© 2020 Itabiraonline - Todos os direitos reservados - Desenvolvido por Marcos Tulio