Dúvida sobre segurança de barragem pode provocar remoção de 4 mil habitantes em Itabira - Itabira Online
quarta-feira, fevereiro 28

Dúvida sobre segurança de barragem pode provocar remoção de 4 mil habitantes em Itabira

Pinterest LinkedIn Tumblr +

Milhares de moradores de Itabira poderão ser obrigados a deixar suas casas se a Vale não conseguir assegurar, até terça-feira, a solidez de suas barragens nos complexos minerários da cidade. Essa seria a oitava evacuação em municípios mineiros que abrigam represas, e é considerada a mais delicada. Isso porque a medida, se concretizada, atingiria entre 4 mil e 5 mil moradores de pelo menos 10 bairros. A quantidade de habitantes que correm o risco de evacuação é quatro vezes e meia superior ao total de pessoas que já tiveram de abandonar seus imóveis em outros sete municípios somados, desde o rompimento da Barragem 1 da Mina do Córrego do Feijão, em Brumadinho.

Uma eventual evacuação poderia atingir bairros populosos do município, como Bela Vista e Jardim das Oliveiras. O número de pessoas que podem ser afetadas representa 4,2% do total de habitantes de Itabira,cerca de 119 mil, de acordo com o Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE). A comprovação de estabilidade das barragens de rejeitos da Vale foi determinada pela 1ª Vara Cível da Comarca de Itabira a partir de três ações civis públicas propostas pelo Ministério Público do Estado de Minas Gerais (MPMG).

Ontem (22), a mineradora apresentou à Coordenadoria Estadual de Defesa Civil (Cedec) e ao Corpo de Bombeiros, em reunião em Itabira, o Plano de Ação de Emergência para Barragens de Mineração (PAEBM) das estruturas existentes na cidade.

A Secretaria de Meio Ambiente de Itabira informou que o documento está sendo elaborado há cerca de um mês. A prefeitura local mantém equipes indo de casa em casa, há 20 dias, para explicar o plano de emergência e orientar sobre questões como rotas de fuga e pontos de encontro em caso de acidente com as barragens.

A Vale foi procurada para se posicionar sobre a situação das comunidades e sobre providências adotadas para evitar a necessidade de remoção dos moradores, mas não se pronunciou até o fechamento desta matéria.

Share.

Leave A Reply

  • E-mail: itabiraonlinemg@gmail.com
    Redação Itabira-Online: (31) 98794-2394
© 2020 Itabiraonline - Todos os direitos reservados - Desenvolvido por Marcos Tulio